Saúde e Bem-Estar

Os perigos do verão: DOR DE OUVIDOS E OTITES

29 Junho, 2021

dor de ouvidos - perigos do verão dor de ouvidos – perigos do verão

As queixas de ouvidos durante a época de verão são frequentes e podem arruinar umas férias. Saiba porquê e o que fazer para se prevenir.

Os ouvidos normais estão “desenhados” para que a água possa entrar e sair sem causar qualquer problema. No entanto, há casos em que assim não acontece e em que a entrada de água dá origem a vários tipos de problema.

Nestas situações, os banhos de praia bem como os de piscina, bastante comuns ao longo da época balnear, podem tornar as suas tão desejadas férias, num pesadelo, se não tomar as devidas precauções.

No mar

A presença de algas, areia e corpos estranhos, favorece a formação de cerume que permite o crescimento bacteriano.

Na piscina 

A concentração excessiva de cloro e um pH inadequado favorecem a inflamação do canal auditivo

 

Recomendações: prevenção e tampões

Mantenha os seus ouvidos secos, durante o banho, evite que água ou champô entrem nos ouvidos, use uma touca de banho se optar por não lavar a cabeça.

Limpe cuidadosamente, com uma toalha, a orelha e a entrada do canal auditivo.

Se praticar natação ou outros desportos aquáticos use tampões macios e impermeáveis, disponíveis na farmácia. Aconselhe-se com o seu farmacêutico sobre quais os mais indicados para o seu ouvido e tenha sempre muito cuidado ao colocá-los no canal auditivo.

Evite o uso de cotonetes ou de algodão para limpar os ouvidos.

 

Otite média aguda – sintomas graves

Deve ir ao médico nos casos em que apresente

  • febre
  • supuração
  • sangramento
  • dor e comichão persistente
  • perda de audição brusca ou continuada

Otite externa  – sintomas leves 

  • perda temporal de audição
  • dor ou picada, comichão
  • não provoca febre
  • normalmente não produz supuração
  • melhora habitualmente a partir do segundo dia de tratamento com analgésicos ou anti-inflamatórios

Especial cuidado

  • Pessoas com o canal auditivo estreito
  • Quem tem dermatites crónicas, eczemas ou psoríase, com comichão associada, tem um risco acrescido de ter otites no verão. É indispensável consultar um especialista para evitar mais complicações.
  • Pessoas com problemas frequentes de otite (mais de um episódio ao ano).

A evitar

  • Não utilize tampões de plástico.
  • Não utilize nenhum objeto para remover o cerúmen do canal auditivo externo, incluindo o dedo e o cotonete. O cotonete deve ser usado apenas para a limpeza da parte de fora do ouvido.
  • Outras causas que podem provocar otites são as alergias, excesso de muco, tabagismo, ou alterações na pressão do ar.
  • O ouvido tem um movimento natural que expulsa por si próprio o cerume.

 

Leia ainda:

PROTEJA OS SEUS PÉS. OS PERIGOS DOS CHINELOS DE PRAIA

Siga a Revista Maria no Instagram

partilhar | 0 | 0

 
Top